Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 05 de abril de 2017. Atualizado às 16h06.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Operação Lava Jato

Alterada em 05/04 às 16h07min

Suíça já bloqueou R$ 3 bilhões em contas no país investigadas na Lava Jato

Agência Brasil
A Procuradoria-Geral da Suíça divulgou hoje (5) um relatório em que informa ter mais de 60 inquéritos criminais em curso relacionadas à Operação Lava Jato. O documento destaca que mais de 1 mil contas em bancos suíços já foram examinadas por conexão com o esquema de corrupção na Petrobras.
O relatório, que resume os resultados do trabalho da procuradoria suíça em 2016, destaca ainda já terem sido confiscados, no âmbito da Lava Jato, mais de R$ 3 bilhões em contas de bancos suíços desde abril de 2014, dos quais R$ 615 milhões foram devolvidos às autoridades brasileiras.
No documento, o órgão ressalta também a condenação na Suíça da empresa Odebrecht, que foi obrigada a pagar cerca de R$ 630 milhões em decorrência de crimes corporativos, além de ter concordado em devolver US$ 1,8 bilhões em um acordo conjunto com autoridades suíças, brasileiras e norte-americanas.
"As conclusões coordenadas das investigações na Suíça, no Brasil e nos Estados Unidos são um sucesso para o combate internacional contra a corrupção e o resultado de uma cooperação e coordenação estreita entre as autoridades policiais responsáveis", diz o relatório da Procuradoria-Geral da Suíça.
Compartilhar: Facebook Google Plus Twitter
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia