Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 26 de abril de 2017. Atualizado às 23h34.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Coreia do sul

Notícia da edição impressa de 27/04/2017. Alterada em 26/04 às 19h30min

Escudo antimísseis dos EUA começa a ser instalado

Tropas dos Estados Unidos começaram a instalar o escudo antimísseis Thaad na Coreia do Sul, com o objetivo de interceptar projéteis norte-coreanos. Um porta-voz do Ministério da Defesa sul-coreano confirmou que a instalação começou na localidade de Seongju, na região central do país.
Devido aos diversos testes de mísseis da Coreia do Norte, os Estados Unidos e o governo da presidente sul-coreana destituída Park Geun-hye decidiram instalar o Thaad em julho de 2016. O acordo incomodou a China, que acredita que os radares do sistema podem ser usados para espionar suas instalações militares.
Centenas de cidadãos realizaram protestos no local e foram contidos pela polícia. Muitos habitantes de Seognju, área agrícola famosa pelo cultivo de melões, estão preocupados com a possibilidade de que sua região se torne alvo de ataques de Pyongyang e também com os efeitos que os potentes radares do Thaad possam ter sobre sua saúde e suas plantações.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia