Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 11 de abril de 2017. Atualizado às 11h46.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Suécia

Suspeito do ataque com caminhão em Estocolmo admite que cometeu ato terrorista

O homem suspeito de atirar um caminhão roubado em uma multidão em Estocolmo, na Suécia, semana passada, que deixou quatro mortos e feriu outras 15 pessoas, admitiu a culpa nesta terça-feira (11) e reconheceu ter cometido um ato terrorista. Ele permanece detido enquanto aguarda o julgamento, informou seu advogado.

O advogado Johan Eriksson disse na saída da corte de Estocolmo que Rajmat Akilov, de 39 anos, reconhecia ter cometido um ato terrorista e aceitava sua detenção.

Akilov roubou um caminhão de cerveja e o jogou contra uma multidão até bater em uma loja de departamento no centro de Estocolmo na sexta-feira (7). Ele foi detido por policiais horas depois e preso no início do sábado.

No incidente, morreram dois suecos, um britânico e uma belga. A polícia prendeu outro homem no caso, mas não deu detalhes.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia