Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 09 de abril de 2017. Atualizado às 17h09.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

frança

Alterada em 09/04 às 17h13min

Em campanha, Melenchon condena "ato criminoso" dos EUA na Síria

O candidato de extrema esquerda à Presidência da França Jean-Luc Melenchon qualificou a decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de lançar um ataque com mísseis na Síria como um "ato criminoso e irresponsável".
Melenchon disse em um discurso de campanha centrado em questões internacionais neste domingo que o ataque com mísseis dos EUA a uma base aérea síria foi um "erro enorme" que só aumentará as tensões. Ele diz que quer que a França se retire da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) para evitar um confronto com a Rússia.
Melenchon e o candidato conservador François Fillon aparecem em terceiro lugar nas pesquisas para o primeiro turno da eleição presidencial na França, marcado para o dia 23 de abril.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia