Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 07 de abril de 2017. Atualizado às 12h50.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Relações Internacionais

07/04/2017 - 12h44min. Alterada em 07/04 às 12h51min

ONU está em 'modo de gestão de crise', diz enviado especial para a Síria

O enviado especial para a Síria da Organização das Nações Unidas (ONU), Staffan de Mistura, afirmou que seu gabinete está em "modo de gestão de crise", após o ataque aéreo dos Estados Unidos em uma base na Síria.
Staffan de Mistura afirmou que está organizando uma "reunião de emergência" no fim do dia para a Força-tarefa de cessar-fogo do Grupo de Apoio Internacional da Síria. Ele afirmou que a Rússia pediu pela reunião e que os Estados Unidos concordaram com o pedido.
Os dois países lideram o grupo especial, que se reúne regularmente em Genebra.
Em uma mensagem de texto, de Mistura afirmou: "nós estamos no momento em modo de gestão de crise total", mas não elaborou a questão.
As informações de Staffan de Mistura marcam o primeiro sinal de que a primeira ação dos EUA contra o governo de Bashar Al-Assad podem afetar quase três anos de esforços para apaziguar as tensões na Síria, lideradas pelo enviado especial.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia