Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 29 de abril de 2017. Atualizado às 23h38.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

protestos

28/04/2017 - 20h18min. Alterada em 28/04 às 20h18min

Em vídeo, Arthur Maia diz que ficou claro o 'fracasso absoluto das manifestações'

O relator da reforma da Previdência, deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA), classificou as manifestações desta sexta-feira, 28, de "fracasso absoluto" em depoimento em vídeo divulgado nesta noite. Segundo ele, a adesão aos protestos durante a greve geral mostraram que a população não apoia o movimento, que teria sido planejado pelo PT e por sindicatos contra as reformas trabalhista e da Previdência, na visão do parlamentar.
"Ficou claro, pelo fracasso absoluto dessas manifestações, que o povo brasileiro não apoia essa gente. As pessoas entenderam claramente que o que se reivindicava no dia de hoje, por meio de uma greve geral, era apenas a continuação desse famigerado imposto sindical, que não serve para nada além de alimentar a militância desses partidos e desses sindicatos", disse Oliveira Maia.
O relator também criticou a ação de "grupos muito pequenos" que, segundo ele, atrapalharam a vida da maioria das pessoas. "Será que é correto em um país a decisão quase que individual de alguns poder prejudicar a vida de tantos? Em países evoluídos, é sempre admitida e bem vista a manifestação, o direito a se manifestar. Entretanto, a manifestação não pode causar prejuízo a quem não quer participar", avaliou o deputado baiano.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Marcelo G. Ribeiro 28/04/2017 21h19min
Energúmeno, pequeno, subserviente. Um 'nada'diante da realidade.