Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 27 de abril de 2017. Atualizado às 17h10.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

ensino superior

26/04/2017 - 12h11min. Alterada em 27/04 às 17h13min

Dilma Rousseff fará aula inaugural do IFCH da Ufrgs na próxima terça-feira

Dilma deve falar sobre os desafios da democracia no Brasil

Dilma deve falar sobre os desafios da democracia no Brasil


Mariana Carlesso/MARIANA CARLESSO/JC
Os alunos e servidores da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) ainda podem retirar ingressos para assistir à aula inaugural do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) com a ex-presidente Dilma Rousseff, que acontece na próxima terça-feira (2), às 17h, no Salão de Atos da Ufrgs, no Campus do Centro. 
A aula estava planejada para acontecer no salão do Instituto Latino-americano de Estudos Avançados (Ilea), no Campus do Vale, mas foi transferida para o Salão de Atos devido à grande procura.
Dilma deve falar sobre os desafios da democracia no País. Ela sofreu um processo de impeachment em agosto de 2016, tornando-se a segunda Presidente da República a sofrer impeachment no Brasil, após Fernando Collor, em 1992.
Para retirar o ingresso, é necessário comparecer diretamente à bilheteria do Salão de Atos com o cartão da Ufrgs e um livro para doação; no caso de alunos, também é preciso ter o comprovante de matricula. A bilheteria funciona das 9h às 12h e das 14h às 18h, enquanto durarem os ingressos. O evento é restrito à comunidade acadêmica da universidade, incluindo alunos, docentes, técnicos e terceirizados da Ufrgs.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia