Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 02 de abril de 2017. Atualizado às 22h35.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Transporte

Notícia da edição impressa de 03/04/2017. Alterada em 02/04 às 22h38min

Rodoviários ameaçam paralisar se reajuste não for pago

O Sindicato dos Rodoviários de Porto Alegre ameaça reagir ao não pagamento do reajuste da categoria por parte das empresas, caso se concretize. A reação pode vir através de movimento nos portões das garagens de ônibus, possível paralisação e medidas jurídicas. Os consórcios licitados para prestar o serviço de transporte público da Capital têm até o quinto dia útil do mês, que cairá em 6 de abril, para pagar os trabalhadores.
A entidade se pronunciou através de nota, "após notícias que manifestam a intenção do sindicato patronal em orientar as empresas a não executar o devido pagamento aos trabalhadores rodoviários nos parâmetros determinados pela Convenção Coletiva 2017". O sindicato, no entanto, revela saber do possível não pagamento somente através da imprensa.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia