Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 30 de abril de 2017. Atualizado às 17h54.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

campeonato gaúcho

Alterada em 30/04 às 17h59min

Novo Hamburgo surpreende, mas Inter busca o empate no final

Colorados e anilados ficaram no empate em 2 a 2, no Beira-Rio

Colorados e anilados ficaram no empate em 2 a 2, no Beira-Rio


RICARDO DUAR/RICARDO DUAR/INTER/DIVULGAÇÃO/JC
Henrique Riffel
No primeiro encontro na final da temporada 2017 do campeonato gaúcho, o Internacional recebeu o Novo Hamburgo na tarde deste domingo (30), no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre. O grupo do Vale dos Sinos até que surpreendeu o colorado por duas vezes, mas cedeu o empate no final da partida em 2 a 2.
Os visitantes estavam dispostos a encerrar a festa colorada. Logo no primeiro minuto de partida, Jardel cobrou o escanteio na segunda trave, Julio Snatos cabeceou sozinho, a bola bateu na trave para desespero do Internacional. Quatro minutos mais tarde, Juninho arriscou na intermediária para ameaçar a meta defendida por Keiller.
O Internacional só foi responder aos 12 do primeiro tempo, quando Carlos recebeu passe de Anselmo, posicionou a pelota na entrada da grande área e buscou o ângulo esquerdo de Matheus, sem sucesso.
O golpe do Novo Hamburgo chegou em seguida. Em cobrança de escanteio, Assis colocou na cabeça de João Paulo, que cumprimentou o arqueiro colorado para abrir a contagem.
Aos 22 e 24, os mandantes se atiraram no ataque. Nico recebeu de Edenílson, se livrou da marcação e chutou forte. O goleiro do Noia pegou firme com tranquilidade. Depois, Uendel recebeu cruzamento da direita, cabeceou para o meio, e Carlos completou por cima do gol. O ritmo seguiu intenso, porém, sem jogadas de infiltração e combinação de passes, o elenco de Zago era parado pela defesa montada por Campos.
A maior chance dos donos da casa chegou com Carlos, aos 40, quando recebeu livre na entrada da área e tentou encobrir Cavichioli, sem sucesso.
"A gente sabia que era um ponto forte nosso. queriamos fazer o gol e agora manter essa pegada para sair com a vitória", contou Júlio Santos sobre o tento do Noia.
"A gente sabia dessa bola aérea deles, faltou marcação ali, a gente faz por zona, mas acho que alguém acabou não marcando", respondeu Ortiz.
Na etapa complementar, o grupo colorado voltou a pressionar o rival do Vale dos Sinos. O resultado surtiu efeito aos 7 minutos, Roberson, que substituiu Anselmo, adentrou a grande área e arrematou com força, Júlio Santos tirou em cima da linha, mas a bola bateu em Cavichioli e entrou no gol. Quatro minutos depois, a operação blitz colorada por pouco não foi capitalizada em tento. D’Alessandro e Roberson ameaçaram por duas oportunidades a meta de Cavichioli.
O balde de água fria veio aos 22 do segundo tempo e de novo por escanteio. Jardel cruzou da direita, Pablo ganhou de Dourado no ar e Assis sobiu mais alto que Keiller para fazer o segundo do elenco anilado.
Quando o Novo Hamburgo valorizava o triunfo com o controle do relógio e desespero colorado, aos 37 minutos, em um apagão da defesa anilada, D’Alessandro lançou Nico López, que dominou a pelota na grande área e encobriu Cavichioli para empatar o duelo.
O derradeiro compromisso será no dia 7 de maio, em Novo Hamburgo.
Internacional 2 x 2 Novo Hamburgo
Keiller (Marcelo Lomba); William, Leo Ortiz, Victor Cuesta e Uendel; Anselmo (Roberson e Valdívia), Rodrigo Dourado, Edenílson e D'Alessandro; Nico López e Carlos. Técnico: Antonio Carlos Zago.
Matheus Cavichioli; Léo, Júlio Santos, Pablo e Assis; Amaral (Tiago Ott), Renan Ribeiro, Jardel e Juninho Silva; Branquinho (Lucas Santos) e João Paulo. Técnico: Beto Campos.
Árbitro: Anderson Daronco
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia