Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 15 de abril de 2017. Atualizado às 15h47.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Fórmula 1

15/04/2017 - 15h43min. Alterada em 15/04 às 15h50min

Bottas supera Hamilton no Bahrein e conquista sua 1ª pole; Massa largará em 8º

O finlandês Valtteri Bottas fez bonito e comemora a conquista da pole do GP do Bahrein

O finlandês Valtteri Bottas fez bonito e comemora a conquista da pole do GP do Bahrein


KARIM SAHIB/AFP/JC
Depois de Sebastian Vettel ter dominado os treinos livres de sexta-feira (14) e Max Verstappen liderar o primeiro trabalho de pista deste sábado (15), o finlandês Valtteri Bottas fez bonito ao conquistar a pole do GP do Bahrein de Fórmula 1 na sessão qualificatória para o grid. O piloto venceu a briga direta que travou com o seu companheiro de Mercedes, Lewis Hamilton, que largará da segunda posição na prova que começará às 12 (horário de Brasília) deste domingo (16) no circuito de Sakhir.
Essa foi a primeira pole da carreira de Bottas na F-1, depois de o piloto ter deixado a Williams após o final da temporada passada, herdando a vaga aberta na Mercedes por causa da surpreendente aposentadoria do campeão Nico Rosberg. Bottas assegurou a pole ao cravar o tempo de 1min28s769 na última parte do treino classificatório deste sábado, superando por pouco Hamilton, que buscou a pole até o instante final do treino, mas terminou atrás do companheiro de time ao marcar 1min28s792.
Já Vettel ficou longe de lutar pela pole com a sua Ferrari ao conquistar a terceira posição com o tempo de 1min29s247. Entretanto, o alemão superou com certa folga o quarto colocado, o australiano Daniel Ricciardo, que se garantiu na segunda fila do grid ao cronometrar 1min29s545 com a sua Red Bull.
Já o finlandês Kimi Raikkonen abrirá a terceira fila após ter conquistado o quinto lugar ao percorrer a melhor de suas voltas nesta parte final do treino em 1min29s567. Ele dividirá esta faixa do grid com Verstappen, da Red Bull, sexto com 1min29s687. O brasileiro Felipe Massa, por sua vez, sairá da oitava posição com a sua Williams após cravar o tempo de 1min30s074, ficando logo atrás do alemão Nico Hülkenberg, da Renault, com 1min29s842. O francês Romain Grosjean, da Haas, e o britânico Jolyon Palmer, da Renault, fecham, nesta ordem, os dez primeiros colocados do grid.
Antes de Bottas faturar a pole, Hamilton liderou a primeira parte do treino classificatório ao cravar a sua melhor volta em 1min30s814 e ficou logo à frente do Verstappen, que avançou em segundo para o Q2 ao marcar 1min30s904 com a sua Red Bull. Já Raikkonen e Vettel se posicionaram nas respectivas terceira e quarta posições, enquanto Bottas, da Mercedes, e o alemão Nico Hülkenberg, da Renault, conquistaram o quinto e o sexto lugares desta fase inicial do treino.
Massa terminou a primeira parte do treino de classificação na sétima posição e avançou com tranquilidade ao Q2. Já o seu companheiro de Williams, o jovem canadense Lance Stroll, seguiu vivo no qualificatório com a 12ª colocação. Um dos pilotos que não conseguiram chegar à segunda parte da sessão qualificatória para o grid foi o belga Stoffel Vandorne, apenas o 17º com a sua McLaren, enquanto o espanhol Fernando Alonso, seu parceiro de time, conseguiu ir ao Q2 no sufoco ao conquistar a 15ª posição, ficando logo à frente dos cinco pilotos eliminados.
Kevin Magnussen, da Haas, Marcus Ericsson, da Sauber, Sergio Pérez, da Force India, e Carlos Sainz, da Toro Rosso, foram os outros eliminados no Q1. Já Ricciardo foi apenas o décimo colocado desta fase inicial do treino, tendo sido superado também por Jolyon Palmer, da Renault, e Daniil Kvyat, da Toro Rosso, respectivos oitavo e nono colocados.
Em seguida, no Q2, Hamilton se manteve em primeiro lugar e ainda melhorou o seu tempo ao avançar para o estágio derradeiro do treino com a marca de 1min29s535, enquanto Bottas evoluiu para segunda posição e Verstappen caiu para o sexto lugar, ficando agora atrás de Vettel e Raikkonen, que passaram ao Q3 como terceiro e quarto, respectivamente, e de Hülkenberg, que subiu para o quinto lugar.
Massa, por sua vez, caiu da sétima para a oitava posição, mas o posto foi suficiente para o brasileiro avançar ao grupo dos dez primeiros que foram ao Q3, completado por Grosjean e Palmer, respectivos nono e décimo colocados. Já Alonso, que sequer conseguiu registrar tempo de volta rápida no Q2, o francês Esteban Ocon (Force India), o alemão Pascal Wehrlein (Sauber), Stroll e Kvyat foram eliminados nesta segunda parte do treino.

Pole veio no minuto final do treino 

E, finalmente no Q3, quando a pole parecia certa de que ficaria nas mãos de Hamilton, Bottas "deu o bote" no minuto final para cravar o melhor tempo do treino. O inglês ainda foi o último a tentar buscar a pole quando o tempo da sessão já havia se esgotado, mas não conseguiu passar da segunda posição após liderar durante quase todo o tempo na qualificação.
Já a grande surpresa deste treino de classificação foi a Renault, que conseguiu colocar dois pilotos entre os dez primeiros, com Hülkenberg em sétimo e Palmer em décimo. Posicionado entre estes dois no grid, Massa lutará para voltar a pontuar neste domingo depois de ter ficado apenas em 14º no GP da China, segunda etapa deste Mundial. Antes disso, o brasileiro abriu a temporada com um sexto lugar na Austrália, posto que lhe garantiu os oito pontos que o deixam na oitava posição do campeonato, que tem Hamilton e Vettel empatados na liderança, com 43 pontos.
Confira o grid de largada do GP do Bahrein:
  • 1º Valtteri Bottas (FIN/Mercedes), 1min28s769
  • 2º Lewis Hamilton (ING/Mercedes), 1min28s792
  • 3º Sebastian Vettel (ALE/Ferrari), 1min29s247
  • 4º Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull), 1min29s545
  • 5º Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari), 1min29s567
  • 6º Max Verstappen (HOL/Red Bull), 1min29s687
  • 7º Nico Hülkenberg (ALE/Renault), 1min29s842
  • 8º Felipe Massa (BRA/Williams), 1min30s074
  • 9º Romain Grosjean (FRA/Haas), 1min31s074
  • 10º Jolyon Palmer (ING/Renault), 1min31s074
  • 11º Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso), 1min30s923
  • 12º Lance Stroll (CAN/Williams), 1min31s168
  • 13º Pascal Wehrlein (ALE/Sauber), 1min31s414
  • 14º Esteban Ocon (FRA/Force India), 1min31s684
  • 15º Fernando Alonso (ESP/McLaren), sem tempo
  • 16º Carlos Sainz Jr (ESP/Toro Rosso), 1min32s118
  • 17º Stoffel Vandoorne (BEL/McLaren), 1min32s313
  • 18º Sergio Pérez (MEX/Force India), 1min32s318
  • 19º Marcus Ericsson (SUE/Sauber), 1min32s543
  • 20º Kevin Magnussen (DIN/Haas), 1min32s900
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia