Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 03 de abril de 2017. Atualizado às 22h41.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

justiça

Notícia da edição impressa de 04/04/2017. Alterada em 03/04 às 22h35min

Inter dá última cartada no caso Victor Ramos

Depois de muitas reviravoltas e tramas paralelas, a novela que tenta recuperar, pelos tribunais, a presença colorada na Série A do Campeonato Brasileiro chega hoje ao último capítulo. Em audiência na sede da Corte Arbitral do Esporte (CAS), em Lausanne, na Suíça, a equipe de advogados do Inter tenta provar que a transferência de Victor Ramos para o Vitória, no começo de 2016, foi irregular e, assim, forçar a CBF a punir o clube baiano com o rebaixamento. A sessão deve começar às 4h (horário de Brasília).
O Inter alega que a ida de Ramos ao Vitória deveria ter sido registrada como transferência internacional, já que havia contrato em vigor com o Monterrey, do México. O caso, porém, foi arquivado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Nesse meio tempo, a CBF denunciou que os e-mails apresentados pelo Colorado para pedir a reabertura foram falsificados, o que o STJD diz ter comprovado em laudos posteriores. O clube gaúcho nega.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia