Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 26 de abril de 2017. Atualizado às 11h29.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

26/04/2017 - 11h29min. Alterada em 26/04 às 11h29min

Bovespa abre em queda com realização

A Bovespa abriu em queda nesta quarta-feira, em meio a um movimento de realização dos ganhos de 2,75% acumulados nos últimos três pregões. Assim, o Ibovespa já iniciou os negócios na sessão regular abaixo do patamar de 65 mil pontos conquistado no fim do pregão de terça e às 10h28 o índice à vista recuava 0,66%, aos 64.721,21 pontos.
Em Wall Street, os índices futuros das bolsas de Nova Iorque oscilam na linha d'água, na expectativa pelo anúncio do plano tributário do governo de Donald Trump, previsto para por volta das 14h30.
Pela manhã, o secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, confirmou à CNBC que o imposto às empresas será reduzido a 15%, dos 35% atuais, e afirmou que a reforma representará o maior corte de impostos da história do país.
No Ibovespa, as perdas são conduzidas principalmente pelas ações da Petrobras e da Vale, enquanto o setor financeiro faz o contraponto e ameniza a trajetória de baixa. O destaque fica por conta das units do Santander, que avançam 1,91%, numa reação positiva do mercado ao balanço da instituição, divulgado mais cedo.
O Santander Brasil reportou lucro líquido gerencial (que exclui o resultado extraordinário e considera a reversão da despesa de amortização do ágio da compra do Real) de R$ 2,280 bilhões no primeiro trimestre deste ano, cifra 37,3% superior à vista um ano antes, de R$ 1,66 bilhão.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia