Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 18 de abril de 2017. Atualizado às 23h49.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Conjuntura

Notícia da edição impressa de 19/04/2017. Alterada em 18/04 às 23h47min

Indicador Antecedente Composto tem elevação de 1,9% em março

O Indicador Antecedente Composto da Economia (Iace) para o Brasil subiu 1,9% entre fevereiro e março, para 108,7 pontos, divulgaram ontem o Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV) e o Conference Board. Segundo as instituições, quatro das oito séries componentes contribuíram para a alta do indicador em março, com destaque para o Índice de Expectativas dos Serviços, com variação de 7,9%.
Contudo, no mesmo período, o Indicador Coincidente Composto da Economia (ICCE), que mensura as condições econômicas atuais, caiu 0,4%, para 97,8 pontos. Mas as instituições afirmam que, nas variações semestrais, o ICCE ficou no terreno positivo pelo segundo mês consecutivo.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia