Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 03 de abril de 2017. Atualizado às 10h15.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

Taxas oscilam perto da estabilidade com Focus, TSE e EUA no radar

Os juros futuros oscilavam próximos da estabilidade nesta segunda-feira (3), após abrirem a sessão com viés de alta, em linha com o dólar e o rendimento dos Treasuries. Operadores destacaram as revisões para baixo do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) e Selic para 2017 na pesquisa Focus e, principalmente, o julgamento do processo da chapa Dilma/Temer no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que começa na terça-feira e vai até quinta-feira.

Em esfera global, a expectativa gira em torno de novos dados econômicos norte-americanos a fim de buscar pistas sobre o ritmo da alta de juros neste ano no país. Nesta semana, o destaque é o relatório mensal de emprego do país, que será divulgado na sexta-feira e tem forte influência nas decisões de juros do Federal Reserve (o banco central norte-americano).

Entre os contratos de juros, às 9h51, o DI para janeiro de 2018 exibia 9,870%, mesma taxa do ajuste anterior. O DI para janeiro de 2019 estava em 9,51%, de 9,50% no ajuste de sexta-feira, enquanto o DI para janeiro de 2021 estava em 9,89%, de 9,88% no ajuste anterior.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia