Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 02 de abril de 2017. Atualizado às 22h35.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Conjuntura Internacional

Notícia da edição impressa de 03/04/2017. Alterada em 02/04 às 22h36min

Relatório do BID sugere área de livre comércio na América Latina e Caribe

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) sugere, em relatório publicado ontem, um comércio regional mais integrado na América Latina e no Caribe por meio da criação de uma Área de Livre Comércio da América Latina e Caribe (Lacfta). O potencial, de acordo com o organismo que vê um "ambiente comercial global cada vez mais difícil" nessas regiões, é de um único mercado de US$ 5 trilhões, o que corresponde a 7% do Produto Interno Bruto (PIB) global.
As informações constam na segunda parte do relatório "Routes to Growth in a New Trade World (Caminhos para crescer em um novo mundo comercial)", divulgado hoje durante a Reunião Anual dos 48 países membros do BID, que acontece em Assunção. Para o BID, a integração comercial de América Latina e Caribe contribuiria para aumentar as exportações e estimular as empresas a serem mais produtivas e ainda o ingresso nas cadeias de abastecimento globais.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia