Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 23 de abril de 2017. Atualizado às 19h52.

Jornal do Comércio

Empresas & Negócios

COMENTAR | CORRIGIR

artigo

Notícia da edição impressa de 24/04/2017. Alterada em 20/04 às 20h24min

Internet das Coisas: algo a mais para sua organização

Eduardo López
Quando uma tecnologia nova surge, testemunhamos o desejo das empresas em tornarem-se pioneiras. Elas criam unidades de negócios focadas em aproveitar as oportunidades para alavancam ainda mais seus objetivos de negócios. Big Data, redes sociais, atendimento a clientes e a nuvem são alguns exemplos. Temos visto a criação de unidades especializadas de negócios, voltadas para prospectar o potencial do mercado, sem necessariamente explorá-lo, devido à falta de precedente de seu funcionamento ou alcance.
Com o auge dos dispositivos "que podemos vestir" e com o iminente futuro conectado, que pouco a pouco invade a nossa vida pessoal e profissional, criou-se uma categorização que abrange toda a atividade proveniente desses aparelhos conectados à internet e que geram dados capazes de ajudar a melhorar processos e, ao mesmo tempo, compreender o foco que os consumidores têm em relação a um determinado produto ou serviço.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia