Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 09 de abril de 2017. Atualizado às 21h59.

Jornal do Comércio

Empresas & Negócios

CORRIGIR

tecnologia

Notícia da edição impressa de 10/04/2017. Alterada em 09/04 às 18h42min

Golpes e notícias falsas preocupam

Um novo golpe no WhatsApp promete um vale-presente de R$ 500,00 das lojas O Boticário. O cupom falso, na verdade, é uma armadilha para encaminhar os usuários para sites que roubam as informações pessoais e que deixam os smartphones com vírus. Segundo a empresa de segurança digital PSafe, 70 mil pessoas caíram no golpe em seis dias. Tudo começa quando a pessoa recebe a mensagem sobre o vale-presente de um contato ou grupo no WhatsApp. Ao clicar acreditando que receberá esse bônus, a pessoa é direcionada para uma página em que precisa responder três perguntas sobre a marca.
Depois de completar o questionário, o usuário precisa compartilhar o cupom falso com 10 amigos para que possa baixar o falso vale-presente. Sem saber, a pessoa ajuda a espalhar o golpe para outros contatos. Em seguida, o cliente é encaminhado para se cadastrar em sites que roubam os dados e é convidado a baixar aplicativos que podem colocar a segurança do smartphone e de seus dados pessoais em risco.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia