Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 02 de abril de 2017. Atualizado às 22h35.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Prefeitura de Porto Alegre

Notícia da edição impressa de 03/04/2017. Alterada em 02/04 às 22h38min

Marchezan sanciona teto de R$ 19,4 mil para servidores municipais

Foi publicado no Diário Oficial de Porto Alegre, na sexta-feira, o decreto do prefeito Nelson Marchezan Júnior (PSDB) definindo teto salarial de R$ 19.477,40 aos servidores do Executivo, valor que corresponde ao salário do prefeito. A Constituição Federal (artigo 37, inciso XI) determina a remuneração do prefeito como teto salarial nos municípios. Ou seja, nenhum servidor pode receber acima desse valor, somando a remuneração a outros proventos, como pensões ou vantagens pessoais. A prefeitura informou que o teto será aplicado na próxima folha, paga no último dia útil do mês de abril.
De acordo com dados da prefeitura, atualmente 307 servidores da administração direta recebem acima do salário do prefeito, somando o valor anual de mais de R$ 35 milhões de recursos pagos acima do teto. Além destes, o decreto abrange mais 260 servidores da administração indireta, atingindo os funcionários de autarquias, empresas e departamentos da gestão descentralizada, somando mais de R$ 31 milhões ao ano em recursos acima do teto.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia