Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 29 de março de 2017. Atualizado às 12h20.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

assembleia legislativa

29/03/2017 - 12h15min. Alterada em 29/03 às 12h20min

Assembleia gaúcha concede Medalha do Mérito Farroupilha ao deputado Jean Wyllys

Deputado federal Jean Wyllys recebe a Medalha do Mérito Farroupilha, por proposição da deputada Manuela dÁvila

Deputado federal Jean Wyllys recebe a Medalha do Mérito Farroupilha, por proposição da deputada Manuela dÁvila


MARCELO BERTANI/Agência ALRS/JC
O deputado federal Jean Wyllys (PSOL/RJ) recebeu, na noite desta terça-feira (28), a Medalha do Mérito Farroupilha em cerimônia realizada na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. A entrega da medalha, maior honraria concedida pelo Parlamento gaúcho, foi proposta pela deputada Manuela d Ávila (PCdoB). A cerimônia aconteceu no Teatro Dante Barone e foi prestigiada por militantes de movimentos sociais e ativistas da causa LGBT, uma das maiores bandeiras de Wyllys. 
Ao agradecer o prêmio, o deputado afirmou que conduz sua vida como recomendou o escritor gaúcho Érico Veríssimo na epígrafe da obra O Tempo e o Vento: sem desperdiçar o tempo, pois ele é a matéria-prima da vida. “Tive uma existência material miserável, mas não desperdicei o tempo de minha vida. Quero transformar o mundo para ter o bem não só para mim, mas para todos", disse.
Jornalista e professor universitário, Wyllys foi eleito deputado federal pela primeira vez em 2010, com pouco menos de 14 mil votos. Em 2014, foi reeleito com quase 145 mil votos. Notabilizou-se na Câmara por defender questões como o casamento entre pessoas do mesmo sexo, cotas raciais e regulamentação do aborto.
Em 2015, Jean Wyllys foi incluído na Lista Global da Diversidade, da revista britância The Economist, ao lado do ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama, do Dalai Lama e da ativista paquistanesa pela educação feminina Malala Yousofzai, como uma das 50 personalidades mundiais que mais lutam pela diversidade. 
Conforme Manuela d Ávila, a atuação do parlamentar inspira e contribuiu não só com a comunidade LGBT, mas com mães e bebês na busca por seus direitos, pessoas com HIV, pessoas que lutam contra a tortura, contra o ódio e o preconceito. "O teu mandato fala para o Brasil e para o Rio Grande. Ele inspira o Rio Grande da igualdade, da liberdade e da humanidade", apontou.
Após a entrega da Medalha, o deputado participou de um seminário sobre Direitos Humanos no Brasil, promovido pela deputada Manuela d Ávila. Também participaram do debate o ex-deputado Marcos Rolim e a desembargadora Maria Berenice Dias.

Polêmica

Na quarta-feira (22), uma polêmica envolvendo a vinda do deputado ao Estado gerou discussão na Casa. O deputado Marcel van Hattem (PP) pediu a retirado da pauta da Comissão de Cidadania e Direitos Humanos de memorando da deputada Manuela d’Ávila que solicitava a Wyllys hospedagem e passagens aéreas pagas pela Assembleia gaúcha. Após reação dos deputados, Manuela optou por retirar a solicitação.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia