Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 28 de março de 2017. Atualizado às 11h17.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

operação lava jato

28/03/2017 - 10h45min. Alterada em 28/03 às 11h24min

Ex-gerente da Petrobras é preso em nova fase da Lava Jato

A Operação Paralelo, 39ª fase da Lava Jato, foi deflagrada pela Polícia Federal (PF) na manhã desta terça-feira (28). Foram expedidos por ordem do juiz federal Sérgio Moro seis mandados, cinco de busca e apreensão e um de prisão preventiva.
O ex-gerente da Petrobras Roberto Gonçalves (março de 2011 a maio de 2012) foi preso em Boa Vista, Roraima. Roberto Gonçalves sucedeu Pedro Barusco, um dos delatores da Lava Jato, na gerência da estatal.
De acordo com nota da Polícia Federal, a investigação apura a atuação de operadores no mercado financeiro em benefício de investigados no âmbito da Operação Lava Jato. A atuação teria se dado no âmbito de uma corretora de valores suspeita de ter realizado a movimentação de recursos de origem ilícita para viabilizar pagamentos indevidos de funcionários e executivos da Petrobras.
A investigação ainda tem por objetivo apurar a responsabilidade criminal de ex-executivo da Diretoria de Engenharia e Serviços da Petrobras, apontado como o beneficiário de diversos pagamentos em contas clandestinas no exterior, feitos por empreiteiras que contrataram com a empresa.
O termo paralelo usado na operação é utilizado em uma simples alusão a atuação clandestina à margem dos órgãos de controles oficiais do mercado financeiro por parte dos investigados.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia