Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 15 de março de 2017. Atualizado às 10h34.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Previdência

15/03/2017 - 09h11min. Alterada em 15/03 às 10h37min

Manifestantes invadem sede da Fazenda em protesto contra Reforma da Previdência

Mais de 1,5 mil pessoas ocuparam na madrugada desta quarta-feira (15), a sede do Ministério da Fazenda, em Brasília, segundo informações distribuídas à imprensa pelo Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST). A ação faz parte do Dia Nacional de Mobilização e Paralisação Contra a Reforma da Previdência. O protesto é organizado por movimentos sociais do campo e da cidade que integram as frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo.
"A perda de direitos e os retrocessos promovidos pelo Governo Temer são os principais motivadores da ocupação, que tem sua centralidade na luta contra a Reforma da Previdência, enviada pelo presidente Michel Temer em dezembro do ano passado", cita nota do MST.
Vários protestos contra a Reforma da Previdência estão programados para ocorrer nesta quarta nas principais cidades do País. Em Brasília, a concentração do ato começa a partir das 8h, na Catedral Metropolitana. De lá, os manifestantes devem seguir até o Ministério da Fazenda e se somar ao grupo que já está no local.
A reportagem procurou a assessoria de imprensa do Ministério da Fazenda para obter mais informações sobre a ocupação, mas não havia conseguido contato até a publicação desta matéria.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia