Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 14 de março de 2017. Atualizado às 22h45.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

operação Lava Jato

Notícia da edição impressa de 15/03/2017. Alterada em 14/03 às 22h42min

Lula diz sofrer 'massacre' em depoimento a juiz

Ex-presidente petista chegou para depor na Justiça Federal, em Brasília, mas depoimento não pôde ser divulgado

Ex-presidente petista chegou para depor na Justiça Federal, em Brasília, mas depoimento não pôde ser divulgado


ABR/JC
Em depoimento prestado ontem na Justiça Federal de Brasília, por uma hora, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se disse vítima "quase que de um massacre", que está cansado de ouvir rumores sobre sua prisão, e negou ter interferido na delação do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró.
Logo nos primeiros minutos do depoimento, Lula disse que acordava todos os dias com medo de jornalistas estarem na porta de seu apartamento, em São Bernardo do Campo (SP), esperando sua prisão. 
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia