Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 14 de março de 2017. Atualizado às 13h32.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

senado

Alterada em 14/03 às 13h34min

Senado elege presidentes e vices de quatro comissões permanentes

Agência Brasil
Quatro comissões permanentes do Senado elegeram hoje (14) os presidentes e vice-presidentes para o biênio 2017-2018. Apesar do ano legislativo ter iniciado em 2 de fevereiro, as comissões só começaram a ser instaladas nesta semana em razão da dificuldade dos partidos em fechar acordo para a indicação dos presidentes e vices. Apenas a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) estava em funcionamento.
O senador Fernando Collor de Melo (PTC-AL) foi eleito para a presidência da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) e para vice-presidente o eleito foi Jorge Viana (PT-AC). Logo após assumir a presidência da CRE, Fernando Collor, propôs e o colegiado aprovou um voto de pesar pela morte do ex-deputado Wildy Viana, pai do senador Jorge Viana. O ex-deputado faleceu ontem (13), em Rio Branco, aos 87 anos.
A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) será presidida por Tasso Jereissati (PSDB-CE) e a vice-presidência fica com Garibaldi Alves (PMDB-RN). Ao assumir o comando da CAE, Jereissati disse que pretende criar duas subcomissões temáticas, uma para analisar o sistema tributário e outra para debater o custo Brasil e fazer um estudo sobre juros.
A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) será presidida por Regina Sousa (PT-PI) e tem como vice-presidente Paulo Paim (PT-RS). Assim que o colegiado foi instalado, a presidente colocou em aprovação requerimentos entre eles o de realização de ciclos de debates sobre Direitos Humanos e Democracia e também sobre a reforma da Previdência.
A presidência da Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) ficou com Lúcia Vânia (PSB-GO) e a vice-presidência com Pedro Chaves (PSC-MS). A senadora Lúcia Vânia disse que a comissão vai "trabalhar naquilo que o Ministério da Educação propõe, mas também fazer propostas e criar alternativas a programas e projetos importantes na área de educação".
As eleições dos presidentes e vice-presidentes foram por aclamação já que havia apenas uma chapa inscrita para o comando de cada uma delas. As comissões têm seus integrantes designados pelo presidente da Casa, por indicação dos líderes partidários, conforme a regra da proporcionalidade das legendas na Casa
Amanhã (15) devem ser instaladas as comissões de Ciência Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT), a Comissão de Assuntos Sociais (CAS) e a Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA). O Senado tem um total de 13 comissões permanentes que são divididas por temas para analisar, debater e aprovar os projetos apresentados.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia