Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 09 de março de 2017. Atualizado às 22h30.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

operação lava jato

Notícia da edição impressa de 10/03/2017. Alterada em 09/03 às 20h36min

STJ nega a Lula suspensão de processo do triplex

O ministro Felix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou um pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que queria suspender o processo que investiga a aquisição de um apartamento triplex no Guarujá, no litoral de São Paulo. O caso está na 13ª Vara Federal de Curitiba, comandada pelo juiz Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato.
A decisão do ministro é liminar, ou seja, temporária. Ele solicitou também informações ao Ministério Público Federal (MPF). Depois, o caso deverá ser levado para análise também de outros ministros do STJ. O recurso foi apresentado no tribunal em 21 de fevereiro deste ano. O MPF afirma que Lula foi beneficiado por uma melhora da unidade, que passou a ser triplex, e pelas reformas feitas no imóvel, assim como a compra de móveis sob medida. O triplex está em nome da empreiteira OAS, investigada na Lava Jato. O ex-presidente nega ser dono da unidade.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia