Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 08 de março de 2017. Atualizado às 15h01.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Eleições 2018

Notícia da edição impressa de 07/03/2017. Alterada em 06/03 às 22h37min

Alckmin fala de interesse em concorrer à presidência

Após ter sido defendido publicamente pelo afilhado político João Doria (PSDB), prefeito de São Paulo, para se candidatar a presidente e de reconhecer que tem essa vontade, o governador paulista Geraldo Alckmin (PSDB) afirmou que é preciso aguardar 2018 para que uma candidatura ao Planalto esteja definida.
Alckmin e Doria estiveram no almoço-debate promovido ontem pelo Lide, grupo de empresas que Doria criou e dirigiu até as eleições.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Welbi Maia Brito 08/03/2017 13h18min
nGeraldo Alckmin, sem dúvida, é um dos políticos mais experientes e de maior destaque do país. Dirige o principal Estado da nação pela quarta vez. Foi reeleito no primeiro turno com uma votação muito expressiva. Perdeu em apenas um município dos 645. Foi também vereador, prefeito, Deputado Estadual e Federal. Sua trajetória o credencia a disputar qualquer cargo. Se Alckmin for candidato, terá meu apoio e meu voto.n
Welbi Maia Brito 08/03/2017 13h17min
A parceria entre Geraldo Alckmin e João Doria em menos de dois meses já rendeu muitos frutos para a população. A busca conjunta prefeitura e governo de SP por recursos para investimentos em obras de saneamento básico, só facilita a obtenção de recursos. Nos últimos 20 anos de tudo que foi investido no país em saneamento básico, 40% foi o Estado de São Paulo que aplicou.