Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 01 de março de 2017. Atualizado às 22h35.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

operação Lava Jato

Notícia da edição impressa de 02/03/2017. Alterada em 01/03 às 20h22min

Janot quer ouvir Aécio sobre Furnas

Lobista reafirmou que o senador tucano Aécio Neves recebeu propina

Lobista reafirmou que o senador tucano Aécio Neves recebeu propina


GERALDO MAGELA/AGÊNCIA SENADO/JC
O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu ao ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) seja ouvido em inquérito no qual o parlamentar é investigado por irregularidades em Furnas, uma das estatais do setor elétrico que fazem parte do sistema Eletrobras.
Janot também pediu que sejam realizados os depoimentos de outras três pessoas: o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu (PT), atualmente preso no Paraná em razão da Operação Lava Jato; o ex-senador Delcídio Amaral (ex-PT-MS), delator que acusou Aécio de participar do rateio de propina em Furnas; e o ex-secretário-geral do PT Silvio Pereira. O procurador-geral argumentou que há "necessidade de aprofundamento das investigações".
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia