Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 29 de março de 2017. Atualizado às 10h30.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Gente

29/03/2017 - 09h47min. Alterada em 29/03 às 10h34min

Escritor João Gilberto Noll morre aos 70 anos em Porto Alegre

Noll era autor de quase duas dezenas de livros e vencedor de cinco Prêmios Jabuti

Noll era autor de quase duas dezenas de livros e vencedor de cinco Prêmios Jabuti


FREDY VIEIRA/JC
Escritor reconhecido e admirado muito além das fronteiras do Rio Grande do Sul, João Gilberto Noll teve sua morte confirmada pela família na manhã desta quarta-feira (29). O velório será no Cemitério João XXIII, em Porto Alegre, na capela 9, e o enterro ocorre às 18h. As causas da morte não foram divulgadas.
Autor de quase duas dezenas de livros, vencedor de cinco Prêmios Jabuti, Noll ganhou notabilidade nos anos 1980 com trabalhos, especialmente contos, profundos e marcantes, como O Cego e a Dançarina, Hotel Atlântico e Harmada (1993).
"Descanse, mestre. O Brasil perdeu hoje um dos seus grandes escritores", escreveu no Facebook o escritor Carlos Henrique Schroeder. "Noll e seus sujeitos deslocados sempre estiveram à frente do seu tempo."
Ricardo Lisias também usou as redes sociais para comentar a perda, que classificou como gigantesca. "Estou para publicar um ensaio mostrando como ele e Sergio Sant'Anna foram importantes para a literatura brasileira dos anos 1980, sobretudo para a constituição de formas novas diante da redemocratização", escreveu Lisias. "Não tenho dúvidas de que "Alguma coisa urgentemente" é o melhor conto publicado no Brasil desde 1982", finalizou.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia