Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 16 de março de 2017. Atualizado às 22h36.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Rio de Janeiro

Notícia da edição impressa de 17/03/2017. Alterada em 16/03 às 22h36min

Polícia Civil indicia quatro pessoas por acidente com carro alegórico

A Polícia Civil decidiu indiciar quatro pessoas na 6ª Delegacia da Cidade Nova depois de concluir o inquérito que apurava o acidente com o carro alegórico da Escola de Samba Paraíso do Tuiuti, ocorrido no dia 27 de fevereiro, durante os desfiles do Grupo Especial, no Sambódromo do Rio de Janeiro. O diretor de Carnaval da Tuiuti, Leandro de Azevedo Machado, o diretor de Alegoria da escola, Jaime Benevides de Araújo Filho, o engenheiro Edson Marcos Gaspar de Andrade e o motorista Francisco de Assis Lopes foram indiciados pela delegada Maria Aparecida Salgado Mallet.
O acidente deixou 23 pessoas feridas. Segundo a Polícia Civil, os quatro denunciados responderão pelo artigo 303 da Lei nº 9.503/1997 (atropelamento envolvendo veículos automotores terrestres). A pena varia de seis meses a dois anos de detenção.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia