Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 08 de março de 2017. Atualizado às 13h31.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Dia Internacional da Mulher

08/03/2017 - 09h16min. Alterada em 08/03 às 13h34min

Atividades culturais e manifestações marcam o Dia Internacional da Mulher no Estado

Seminário O Impacto da Reforma da Previdência na Vida das Mulheres Trabalhadoras ocorreu na Assembleia Legislativa

Seminário O Impacto da Reforma da Previdência na Vida das Mulheres Trabalhadoras ocorreu na Assembleia Legislativa


CLAITON DORNELLES/JC
O Dia Internacional da Mulher, comemorado nesta quarta-feira (8), deve ser marcado por diversas atividades que ocorrem ao longo do dia em Porto Alegre e outras regiões do Estado. No início da manhã, trabalhadoras rurais e urbanas realizam uma caminhada na capital gaúcha. O grupo, ligado à Via Campesina, Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e centrais sindicais realiza o ato para marcar data como dia de luta em defesa dos direitos previdenciários e trabalhistas, rumo à uma greve geral.
Mais de duas mil trabalhadoras saíram em marcha da Ponte do Guaíba, por volta das 6h, e seguiram em caminhada pela região central da Capital, em direção à agência do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), no Centro Histórico, onde realizaram um ato em repúdio à Reforma da Previdência Social do Governo de Michel Temer (PMDB). A manifestação causou lentidão em algumas vias do Centro da cidade. Durante a marcha, as trabalhadoras também protestam conta o presidente Michel Temer e o fim da violência contra as mulheres; em defesa do Sistema Único de Saúde (SUS) e de uma educação sem mordaça, entre outras pautas que as unificam.
Às 10h, ocorreu o seminário "O Impacto da Reforma da Previdência na Vida das Mulheres", promovido pela presidência da Assembleia Legislativa em parceria com Via Campesina, Central Única dos Trabalhadores (CUT) e Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar (Fetraf). Outras atividades ocorrem nesta quarta-feira. Milhares de mulheres devem sair em macha da Esquina Democrática, após às 17h.
Além das ações realizadas em Porto Alegre, diversas organizações de mulheres do campo e da cidade promovem ações regionais, com feira, caminhadas, distribuição de panfletos e atos públicos em vários municípios. Todas as mobilizações têm como foco principal as reformas da previdência social e trabalhista.

Confira a programação desta quarta-feira em alguns municípios

Porto Alegre
5h30 - Concentração na Ponte do Guaíba e marcha até o Centro Histórico
8h30 - Ato público na agência do INSS - Travessa Mário Cinco de Paus, 20, Centro Histórico
10h - Seminário "O Impacto da Reforma da Previdência na Vida das Mulheres", no Teatro Dante Barone da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul
12h - Ato em apoio à Ocupação Mirabal - Duque de Caxias, 380
13h30 - Ato Cultural no Largo Glênio Peres
Tarde - Atividades Culturais  na Praça da Matriz
16h - Assembleia de Mulheres na Esquina Democrática
17h - Concentração para Marcha das Mulheres na Esquina Democrática
Santa Cruz do Sul
9h: Feira de alimentos e artesanato; e debate em grupos sobre a Reforma da Previdência na Praça Getúlio Vargas.
11h30: Debate Público sobre a Reforma da Previdência e o impacto na vida das mulheres.
14h: Debate Público sobre a Reforma da Previdência e o impacto na vida das mulheres.
15h30: Marcha até a agência do INSS - R. Ramiro Barcelos, 1430 - Centro.
Pelotas
8h30 - Audiência Pública na Câmara dos Vereadores
11h - Marcha "Mulheres em Luta contra a Reforma da Previdência - Concentração em frente a Câmara de Vereadores
15h - Tenda Feminista, no Chafariz do Calçadão
17h - Ato "Se nossas vidas não importam, que produzam se nós", no Chafariz do Calçadão
Erechim
13h30 - Aula Pública na Praça da Bandeira e marcha pelas principais ruas da cidade até o prédio do INSS.
Caxias do Sul
8h30 – Tribuna Livre no Grande Expediente da Câmara de Vereadores
10h – Concentração na Praça Dante Alighieri
11h - Caminhada até o INSS
15h30 Aula Pública "A Reforma da Previdência e o impacto na vida das Mulheres", na na praça Dante Alighieri.
Santa Maria
9h30 - Concentração em frente ao CTISM-UFSM e Marcha no campus.
12h - Roda de Conversa em frente ao RU (Prédio 31 – Térreo União Universitária/UFSM).
16h - Concentração na Praça Saldanha Marinho e Marcha de 8 de Março.
Bagé
17h - Marcha pelo direito à aposentadoria digna. Concentração na Praça do Coreto.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia