Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 29 de março de 2017. Atualizado às 01h24.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

eliminatórias da copa

Notícia da edição impressa de 29/03/2017. Alterada em 29/03 às 01h24min

Com mais um show, Brasil confirma vaga no Mundial

Após desperdiçar pênalti, Neymar se redimiu marcando um golaço

Após desperdiçar pênalti, Neymar se redimiu marcando um golaço


MIGUEL SCHINCARIOL/afp/jc
Se diante do Uruguai o Brasil teve uma atuação de encher os olhos, contra uma equipe fraca, como a do Paraguai, não se esperava menos. E foi isso o que aconteceu ontem no Itaquerão, onde Tite, multicampeão pelo Corinthians, se sentiu em casa. Mas não só ele: com boa atuação de Neymar, a seleção não teve trabalho para fazer 3 a 0 e chegar a oito vitórias seguidas sob o comando do treinador. O time é líder absoluto das eliminatórias e, restando quatro rodadas, já tem vaga garantida na Copa do Mundo de 2018. A classificação matemática foi confirmada porque dois adversários diretos, Uruguai (23 pontos) e Argentina (22), ainda irão se enfrentar e, com isso, um deles não poderá atingir a pontuação do Brasil.
No primeiro tempo, o Paraguai tentou equilibrar o jogo, mas não teve qualidade para isso. Aos poucos, o futebol ofensivo característico do time de Tite se impôs. Aos 34 minutos, a seleção abriu o placar, com Philippe Coutinho: após tabela com Paulinho, o camisa 11 tocou de chapa, no canto direito do goleiro.
Se o adversário era frágil, na etapa final simplesmente foi "engolido" pelo Brasil, que atacou o suficiente para marcar meia dúzia de gols, mas perdeu várias chances, como um pênalti desperdiçado por Neymar. Aos 18 minutos, porém, o craque se redimiu com um golaço, ao arrancar do campo de defesa, se livrar de vários marcadores e, com um toque, desviar de Antony Silva: 2 a 0. O camisa 10 fez mais um aos 27, mas o gol acabou sendo anulado. Aos 40, porém, saiu o terceiro, em uma bela tabela que envolveu Neymar, Coutinho, Paulinho e Marcelo, que deu uma "cavadinha" por cima do goleiro.
O Brasil só volta a jogar pelas eliminatórias no dia 31 de agosto, contra o Equador. Em 9 e 13 de junho, fará amistosos contra Argentina e Austrália, ambos em Melbourne.
Brasil 3 x 0 Paraguai
Alisson; Fagner, Miranda, Marquinhos (Thiago Silva) e Marcelo; Casemiro, Paulinho, Renato Augusto, Philippe Coutinho (Willian) e Neymar; Roberto Firmino (Diego Souza). Técnico: Tite
Antony Silva; Valdez, Paulo Silva, Verón e Alonso; Rojas, Riveros, Pérez e Almirón (Óscar Romero); Dominguez (Santander) e Derlis González (Àngel Romero). Técnico: Francisco Arce
Árbitro: Victor Carillo (Peru)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia