Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 23 de março de 2017. Atualizado às 00h32.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Campeonato Gaúcho

Notícia da edição impressa de 23/03/2017. Alterada em 23/03 às 00h24min

Resultado ruim, e título da Recopa nos pênaltis em Erechim

O Internacional torna-se o maior vencedor da Recopa com dois títulos

O Internacional torna-se o maior vencedor da Recopa com dois títulos


RICARDO DUARTE/Inter/Divulgação/JC
O jogo entre o Ypiranga e o Inter, na noite de ontem, em Erechim, valia mais do que os três pontos. A partida da nona rodada do Gauchão também colocou a Recopa gaúcha em disputa. O duelo terminou empatado em 1 a 1, resultado ruim para ambos. Nos pênaltis, vitória de 4 a 3 para o Colorado e mais uma taça no Beira-Rio.
O Ypiranga fez uma blitz no início de jogo. O time de Antônio Carlos Zago só conseguiu equilibrar o confronto a partir dos 20 minutos, mas, ainda assim, sem criar chances de marcar.
A primeira etapa confusa do time da Capital foi punida aos 40 minutos. O goleiro Carlão deu um chutão para o ataque. O lance parecia tranquilo, com Léo Ortiz protegendo para Danilo Fernandes. Entretanto, Talles Cunha surgiu por trás e deu um toque na bola para tirar do goleiro e fazer o 1 a 0.
O Inter voltou modificado do intervalo, com Roberson e Valdívia, mas repetiu os erros nas combinações de jogadas ofensivas. O Ypiranga, por sua vez, diminuiu o ímpeto e se satisfez em conter os visitantes.
Aos 36 minutos, porém, a estratégia não funcionou. Andrigo recebeu pela direita e cruzou, mas a bola pegou na mão do defensor. Pênalti convertido por Brenner quatro minutos depois. Com o empate no tempo normal, a decisão da Recopa foi para as penalidades. O Inter converteu suas quatro cobranças, enquanto o goleiro Danilo Fernandes defendeu duas do time do Interior.
Ypiranga 1 (3) x (4) 1 Internacional
Carlão; Márcio, Negretti, Wagner e Gabriel Araújo (Néverton); Tairone, Jackson, Éderson, Talles Cunha e Kaio (Evair); Maycon (Michel). Técnico: Guilherme Macuglia.
Danilo Fernandes; William, Léo Ortiz, Paulão (Roberson) e Víctor Cuesta; Anselmo, Rodrigo Dourado (Andrigo), D'Alessandro e Uendel; Nico López (Valdívia) e Brenner. Técnico: Antonio Carlos Zago.
Árbitro: Anderson Daronco
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia