Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 21 de março de 2017. Atualizado às 21h49.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

primeira liga

Alterada em 21/03 às 21h51min

Cruzeiro empata com Joinville e classifica o rival Atlético-MG na Primeira Liga

O Cruzeiro entrou em campo pela última rodada da Copa Primeira Liga com a classificação assegurada. Apesar do pedido dos torcedores, a equipe celeste não fez corpo mole, segurou um empate sem gols diante do Joinville, na noite desta terça-feira, na Arena Joinville, e acabou colocando o Atlético Mineiro nas quartas de final.
O Atlético torcia contra o Joinville para confirmar a segunda colocação do Grupo C, com quatro pontos, três a menos do que o próprio Cruzeiro. Completando a tabela aparece a Chapecoense, com dois, mesma pontuação de seu rival catarinense.
Com um time formado por jogadores da base e, com técnico interino no comando, o Joinville foi dominado pelos reservas do Cruzeiro, que só não saiu na frente do marcador por causa da falta de entrosamento dos jogadores e pela própria incompetência ofensiva.
A primeira boa chance de gol, inclusive, saiu apenas aos 30 minutos do primeiro tempo. Mayke cruzou para Elber, que chutou para boa defesa de Ferreira.
No segundo tempo, a pressão foi ainda maior. Raniel ganhou a disputa com os defensores do Joinville e chutou. A bola atravessou toda a área, mas ninguém chegou para empurrar. Na sequência, Alex desperdiçou uma oportunidade incrível. Na frente de Ferreira, o atacante chutou para fora.
Nos minutos finais, o Cruzeiro seguiu tentando inaugurar o marcador, mas não conseguiu furar o bloqueio do Joinville. Em um mesmo lance, o time celeste teve três oportunidades de gol, mas desperdiçou todas, duas com Elber e uma com Fabrício. Se tivesse um vencedor neste jogo, ele teria de ser o time mineiro.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia