Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 09 de março de 2017. Atualizado às 22h30.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Libertadores

Notícia da edição impressa de 10/03/2017. Alterada em 09/03 às 22h34min

Estreia com três pontos e na liderança

Lateral Léo Moura (c) abriu o placar diante dos venezuelanos

Lateral Léo Moura (c) abriu o placar diante dos venezuelanos


GRÊMIO FBPA/DIVULGAÇÃO/JC
Não poderia ter sido melhor a estreia do Grêmio na Libertadores da América - pelo menos em termos de resultado. Mesmo com um time cheio de desfalques, o Tricolor conseguiu se impor diante do modesto Zamora, em Barinas, na Venezuela, e arrancou com três pontos no Grupo 8. A vitória por 2 a 0 colocou a equipe de Renato Portaluppi na liderança da chave, com saldo superior ao Guaraní, do Paraguai.
O placar, no entanto, não traduz 100% o que foi o jogo. A atuação gremista foi irregular, especialmente na defesa, que deu sopa pro azar em várias oportunidades, todas desperdiçadas pelos venezuelanos.
O Zamora começou tomando a iniciativa, mas logo permitiu que o Tricolor equilibrasse as ações. Superior tecnicamente, o time gaúcho acabou abrindo o placar aos 45 minutos, quando Luan recebeu na entrada da área e rolou para Pedro Rocha deixar Léo Moura na cara do gol. O lateral deu um giro e, de pé direito, abriu o placar.
A vantagem foi ampliada logo no início do segundo tempo, quando Ramiro foi empurrado por Ovalle dentro da área. Pênalti, que, aos seis minutos, Luan cobrou com categoria: 2 a 0.
A partir daí, o Grêmio relaxou - e, mesmo com a boa vantagem, correu riscos demais. Aos 17 minutos, após chute de Peña, a bola explodiu em Kannemann antes de sair para escanteio. Logo depois, Ramiro salvou uma cabeçada de Filipetto em cima da linha. Aos 32, foi a vez de Thyere honrar a vaga deixada por Geromel, lesionado, e evitar o gol do Zamora com um carrinho salvador.
Depois disso, o ímpeto dos donos da casa arrefeceu, e o único atrativo do jogo foi a entrada de um cachorro no gramado do estádio La Carolina. Bom para o Grêmio, que obteve um ótimo resultado e ganhou bastante tempo para corrigir suas deficiências - o próximo compromisso na Libertadores, contra o Deportes Iquique, na Arena, será somente no dia 11 de abril. Pelo Campeonato Gaúcho, o Tricolor volta a campo na quarta-feira, contra o Brasil de Pelotas, no Bento Freitas.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia