Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 31 de março de 2017. Atualizado às 17h34.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Telecomunicações

Alterada em 31/03 às 17h35min

Oi: administração diz estar comprometida em garantir sustentabilidade da empresa

A Oi informa que sua administração está comprometida em garantir a sustentabilidade da companhia e os resultados positivos que tem obtido demonstram a viabilidade da empresa e sua robustez operacional.
Em nota à imprensa, a operadora diz que vem desempenhando suas atividades normalmente e tem apresentado boa performance no negócio, registrando aumento na geração de caixa e crescimento no volume de investimentos em 2016, além de melhoria nos indicadores de qualidade e nos índices de satisfação dos clientes.
A companhia diz ainda que vê com naturalidade o acompanhamento que a Anatel tem feito sobre a situação da empresa, mas entende que as melhorias que vem registrando mostram que não há nada que coloque em risco o serviço que a companhia presta a seus clientes e à cadeia do setor de telecomunicações.
"A gestão da Oi tem o compromisso de garantir a sustentabilidade da companhia e asseguro que estamos tendo sucesso nessa missão. É parte do nosso comprometimento também buscar intensamente e incansavelmente as alternativas possíveis para viabilizar o entendimento, o mais rapidamente possível, entre acionistas e credores, no sentido de se chegar a um acordo que assegure um ambiente positivo para o futuro da Oi", diz o presidente da operadora, Marco Schroeder, na nota.
Segundo o executivo, é importante que as duas partes, entendendo suas responsabilidades, se engajem para alcançar a aprovação de um plano de Recuperação Judicial que fortaleça a Oi. "Tenho certeza que há um interesse comum pelo bem da companhia e buscarei ser um facilitador do entendimento", acrescenta o executivo.
A Anatel, reguladora do setor de telecomunicações, convocou empresas do setor para discutir medidas de contingenciamento em caso de intervenção da Oi. Segundo fontes ouvidas, uma reunião esta sendo marcada para o dia 6 de abril em Brasília.
O presidente agência, Juarez Quadros, explicou que o ofício que as teles receberam para elaborar um plano de contingência no caso do colapso da Oi é uma ação de rotina. Segundo ele, o órgão regulador deve estar preparado para qualquer situação que afete o setor de telecomunicações no País.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia