Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 30 de março de 2017. Atualizado às 21h18.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

conjuntura internacional

Alterada em 30/03 às 21h23min

Núcleo da inflação ao consumidor sobe a 0,2% no ano em fevereiro no Japão

O núcleo do índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) avançou 0,2% em fevereiro, na comparação com igual mês do ano anterior, informou o governo do país nesta sexta-feira (hora local). O resultado veio em linha com a previsão dos economistas ouvidos pelo jornal Nikkei. O núcleo do CPI caiu 0,1% ante janeiro. O índice cheio registrou alta de 0,3% em fevereiro na comparação anual, mas recuou 0,1% frente a janeiro.
A taxa de desemprego no Japão, por sua vez, caiu de 3,0% em janeiro para 2,8% em fevereiro. A taxa está no nível mais baixo desde junho de 1994 no país. Mesmo nesse cenário de baixo desemprego, porém, a inflação segue bem abaixo da meta de 2% do Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês). O modesto impulso inflacionário no país foi em grande medida uma reação ao avanço recente do preço global do petróleo.
Dirigentes do banco central e autoridades do governo dizem que o fim da espiral de preços e salários decrescentes é necessário para que a economia japonesa possa crescer com mais força.
Os gastos dos consumidores tiveram queda de 3,8% em fevereiro, na comparação com igual mês do ano passado. Trata-se da 12ª queda mensal desse indicador.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia