Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 30 de março de 2017. Atualizado às 18h25.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 30/03 às 18h29min

Após 6 altas, Ibovespa perde fôlego e recua 0,40%

Depois de seis pregões consecutivos operando no terreno positivo, o Índice Bovespa perdeu fôlego e encerrou esta quinta-feira (30), em queda de 0,40%, aos 65.265,98 pontos. Operadores consideraram o desempenho como natural, após uma sequência de altas que acumulou ganhos de 4,05%. O volume financeiro totalizou R$ 6,5 bilhões.
A queda de 0,4% do minério de ferro favoreceu baixas de 0,03% e de 0,80% das ações ordinárias e preferenciais da Vale, por exemplo. As ações do setor de siderurgia também recuaram. Já as altas dos preços do petróleo não garantiram ganho dos papéis da Petrobras, que apenas no pregão de ontem já haviam subido mais de 3%. Ao final da sessão de hoje, Petrobras ON teve baixa de 0,40% e Petrobras PN ficou estável.
O anúncio dos cortes do Orçamento e das medidas de reoneração de 50 setores da economia no geral foi bem recebido no mercado de ações, embora tenha impactado especialmente alguns setores. Enquanto ações de alimentos reagiram negativamente à reoneração, papéis do setor imobiliário tiveram efeitos positivos, pela manutenção dos benefícios. Cyrela ON terminou o dia em alta de 1,84%. Na percepção das mesas de negociação, o anúncio foi recebido com certa tranquilidade, uma vez que não trouxe surpresas desagradáveis, como o retorno da impopular CPMF.
As ações do setor financeiro também operaram em terreno negativo, com forte influência sobre o resultado do Ibovespa. Assim como o setor de commodities, os papéis de bancos vinham liderando os ganhos recentemente. Banco do Brasil ON, que hoje caiu 0,67%, acumula alta de 2,62% na semana. Bradesco PN, com recuo de 0,64% no dia, contabiliza ganho de 2,87% na semana.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia