Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 30 de março de 2017. Atualizado às 00h39.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

FRAUDE

Notícia da edição impressa de 30/03/2017. Alterada em 30/03 às 00h36min

Carne Fraca afeta toda cadeia produtiva do Rio Grande do Sul

Carolina Hickmann
Dados preliminares sugerem que a demanda por animais de corte no Estado foi afetada pela Operação Carne Fraca, que investiga a ação de fiscais do Ministério da Agricultura (Mapa) na liberação irregular de licenças e fiscalização precária de frigoríficos. De acordo com a Farsul, os valores das principais carnes apresentaram queda no Estado desde o anúncio da operação, no dia 17 de março.
A queda mais acentuada ficou por conta do preço do quilo do frango, que no dia anterior ao anúncio da operação era vendido por R$ 5,10. O valor registrado atualmente é R$ 4,51, ou seja, 11% menor. De acordo com o economista-chefe da Farsul, Antônio da Luz, a queda nos preços dos três tipos de carne está diretamente ligada aos dias em que o País esteve embargado por seus principais importadores. "Teremos um panorama mais claro a partir da próxima semana, ao finalizarmos nosso relatório de exportações, a queda dos valores é somente um indicativo da queda na demanda", afirma.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia