Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 29 de março de 2017. Atualizado às 16h16.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

Alterada em 29/03 às 16h18min

Ouro fecha em queda em Nova Iorque, pressionado por dólar forte

O ouro fechou em queda nesta quarta-feira (29) em um dia de dólar mais forte. Com esse movimento no câmbio, o metal se torna mais caro para os detentores de outras divisas, o que reduz o apetite dos investidores.
O ouro para entrega em abril fechou em baixa de US$ 1,90 (0,15%), a US$ 1.253,70 a onça-troy, na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex).
O dado positivo de confiança do consumidor dos EUA de ontem ainda apoiava o dólar hoje. Como o ouro é negociado nessa moeda, ele fica mais caro para os que não possuem a moeda dos EUA.
No longo prazo, os preços do ouro continuam a se beneficiar da pausa nas negociações impulsionadas pela política dos EUA, afirmou Nitesh Shah, da ETF Securities. Em relação à Europa, segundo o analista, o início formal da negociação do divórcio entre o Reino Unido e a União Europeia, o chamado Brexit, e as eleições francesas devem continuar a apoiar o metal, com investidores em busca de maior segurança. Os preços do ouro sobem cerca de 9% neste ano. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia