Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 04 de julho de 2017. Atualizado às 21h03.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

sistema financeiro

24/03/2017 - 17h38min. Alterada em 24/03 às 17h42min

Banco Central decreta liquidação de cooperativa rural de Sarandi, no RS

O Banco Central anunciou a decretação extrajudicial da Cooperativa de Crédito Rural Horizontes Novos de Novo Sarandi, também conhecida como Crehnor Sarandi, sediada na cidade de Sarandi, no norte do Rio Grande do Sul. Com a decisão, foi anunciado também que bens de sete ex-administradores da cooperativa ficarão indisponíveis. A medida atingirá todos que ocuparam cargos na instituição financeira nos últimos 12 meses.
Em ato assinado pelo presidente Ilan Goldfajn e publicado pelo BC, Luiz Carlos Cruzes Barbeiro foi nomeado como liquidante da cooperativa e terá amplos poderes de administração e liquidação da entidade.
Além da escolha do liquidante, o BC também informou em comunicado o nome dos ex-administradores que tiveram os bens bloqueados: Helvio de Fragas, residente da cidade gaúcha de Pontão; Ivalino Segnor, do município de Ronda Alta; Janete Confortin Giacomelli, da cidade de Três Palmeiras; Marcos Rubenich, morador de Nova Boa Vista; Valdemar Alves De Oliveira, de Sarandi; Valdir Antonio Zottis, residente em Liberato Salzano; e Wanderlei Bagolin, da localidade de Palmeira das Missões. Todos os municípios citados ficam no Rio Grande do Sul.
Clientes e outras partes interessadas que tenham bens ou valores registrados na Cooperativa devem procurar o liquidante na Avenida Expedicionários, 983, centro de Sarandi.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Elza Baginski 04/07/2017 19h11min
Eu era sócia da crenor. tantas vezes com despesas d saude tentei dar baixa da crenor não aceitaram alegando que meus filhos podiam precisar um dia.alguns sócios conseguiram dar baixa e receber a cita capital antes da falência. procurei o Sicredi responsável pra para devolver créditos aos associados conferiram e encontraram 1 real na minha conta. Quem conseguiu dar baixa antes recebeu. e nos ?perdemos a cota?