Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 24 de março de 2017. Atualizado às 10h17.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

24/03/2017 - 10h17min. Alterada em 24/03 às 10h18min

Juros passam a subir com dólar em cenário de incertezas locais e nos EUA

Os juros futuros abriram a sexta-feira (24), estáveis à espera de definições externas e internas, mas passaram, pressionados pelo dólar. Na quinta, os juros futuros subiram, refletindo a falta de clareza do governo sobre como irá cobrir o rombo de R$ 58,2 bilhões no Orçamento este ano e o recuo na proposta da reforma da Previdência.
O investidor está atento ainda aos Estados Unidos, e em saber qual é a base de apoio do presidente Donald Trump no Congresso, após o adiamento para esta sexta da votação do projeto republicano para a área da saúde que substitui o "Obamacare". Trump ameaçou na quinta manter o sistema atual e seguir para tratar de outros temas, caso perca na votação dos deputados nesta sexta-feira. 
Às 9h44, o DI para janeiro de 2018 estava em 9,98% (máxima), de 9,970% no ajuste de quinta. O DI para janeiro de 2019 estava em 9,59%, ante 9,56%. E o DI para janeiro de 2021 subia a 10,05%, de 10,02% no ajuste de quinta.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia