Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 24 de março de 2017. Atualizado às 07h37.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

Alterada em 24/03 às 07h38min

Bolsas asiáticas fecham sem direção única, de olho em projeto de saúde nos EUA

As bolsas asiáticas fecharam sem direção única nesta sexta-feira (24), enquanto investidores da região continuam acompanhando os esforços do governo dos EUA para aprovar um projeto de saúde no Congresso.
Nos últimos dias, o presidente dos EUA, Donald Trump, tem enfrentado dificuldades para obter apoio a uma legislação que tem o objetivo de substituir o chamado Obamacare. A votação do projeto na Câmara dos Representantes, inicialmente prevista para quinta-feira (23), é agora esperada para sexta-feira (24).
O desempenho de Trump no Congresso está sendo visto como um indicativo de sua capacidade de, mais adiante, implementar planos de estímulos fiscais, que incluem cortes de impostos e investimentos mais robustos em infraestrutura.
Na China, o índice Xangai Composto subiu 0,64%, encerrando o pregão a 3.269,45 pontos, enquanto o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 0,40%, a 2.046,74. Em Hong Kong, o Hang Seng apresentou leve ganho de 0,13%, a 24.358,27 pontos.
No mercado japonês, o Nikkei avançou 0,93%, a 19.262,53 pontos, impulsionado por ações financeiras e da área de semicondutores.
Entre bolsas menores da Ásia, porém, o dia foi de perdas. Em Seul, o índice sul-coreano Kospi recuou 0,17%, a 2.168,95 pontos, enquanto o Taiex registrou queda de 0,28% em Taiwan, a 9.902,98 pontos, e o filipino PSEi teve baixa de 0,43% em Manila, a 7.269,62 pontos.
Na Oceania, a bolsa australiana subiu 0,8%, com o S&P/ASX 200 a 5.753,50 pontos, graças principalmente a avanços em ações de petrolíferas e de grandes bancos domésticos. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia