Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 24 de março de 2017. Atualizado às 07h33.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

Alterada em 24/03 às 07h36min

Bolsa de Tóquio sobe, impulsionada por ações financeiras e de semicondutores

A Bolsa de Tóquio fechou em alta nesta sexta-feira (24), impulsionada por ações financeiras e do setor de semicondutores.
O Nikkei subiu 0,93%, encerrando o pregão a 19.262,53 pontos. Ao longo da semana, porém, o índice que reúne as empresas mais negociadas na capital do Japão acumulou perdas de 1,33%.
O mercado japonês abriu em baixa hoje, em meio a incertezas sobre estímulos fiscais nos EUA, visto que os republicanos têm enfrentado dificuldades para aprovar um novo projeto de saúde no Congresso americano.
A recuperação do Nikkei veio com o bom desempenho de papéis de grupos financeiros e ligados à fabricação de semicondutores.
Com o avanço dos juros dos Treasuries ontem e dos bônus do governo japonês (JGBs) nesta madrugada, destacaram-se hoje em Tóquio as ações do Sumitomo Mitsui Trust Holdings (+2,5%) e do Japan Post Bank (+1,9%).
Na área de semicondutores, expectativas de demanda maior, graças à chamada "Internet das Coisas", beneficiou empresas como Renesas Electronics (+6,6%) e Sumco (+3,7%).
Já a Toshiba saltou 7,6%, após notícias de que a Effissimo Capital Management, de Cingapura, tornou-se o maior acionista na companhia japonesa, com uma fatia de 8,1%. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia