Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 24 de março de 2017. Atualizado às 07h07.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Petróleo

Notícia da edição impressa de 24/03/2017. Alterada em 23/03 às 21h13min

Plataforma no pré-sal pode ter multa de US$ 630 milhões

A Petrobras informou, nesta quinta-feira, que estará sujeita a multa de até US$ 630 milhões caso a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) não conceda o perdão por descumprimento do conteúdo local na plataforma de Libra, no pré-sal. O conteúdo local é uma exigência mínima de compra de bens e serviços no Brasil para o setor de petróleo.
No caso de Libra, a maior descoberta do pré-sal, até agora, é de 55% dos investimentos. Em nota, a Petrobras argumentou que ela e seus sócios no projeto (Shell, Total CNPC e CNOOC) têm feito "todos os esforços" para viabilizar o projeto com "maior conteúdo local possível a prazos, preços e qualidade competitivos".
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia