Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 17 de março de 2017. Atualizado às 15h53.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

siderurgia

Alterada em 17/03 às 15h53min

Produção de aço bruto cresce 9,5% no 1º bimestre

A produção brasileira de aço bruto somou 5,4 milhões de toneladas no acumulado dos dois primeiros meses de 2017, o que representa um aumento de 9,5% quando comparada com o mesmo período de 2016. Em relação aos laminados, a produção de 3,5 milhões de toneladas equivale a um acréscimo de 4,9% comparativamente aos mesmos meses de 2016.
Nos dois primeiros meses de 2017, as vendas internas acumularam 2,5 milhões de toneladas, apresentando queda de 1,2% em relação a 2016. O consumo aparente nacional (produção nacional mais importações menos exportações) de produtos siderúrgicos foi de 2,8 milhões de toneladas no primeiro bimestre de 2017. Comparando com o mesmo período do ano anterior, o crescimento foi de 5,5%.
As importações cresceram 91,7% no acumulado de janeiro e fevereiro de 2017, comparativamente ao mesmo período do ano anterior, totalizando 370 mil toneladas. Esse volume resultou em US$ 306 milhões, uma alta de 33,6% na mesma base de comparação.
As exportações atingiram 2,4 milhões de toneladas e valor de US$ 1,1 bilhão nos dois primeiros meses de 2017, crescimento de 19,4% em volume e de 51% em valor.
Em fevereiro de 2017, a produção brasileira de aço bruto foi de 2,6 milhões de toneladas, representando um aumento de 5,7% frente ao mesmo mês de 2016. Já a produção de laminados foi de 1,7 milhão de toneladas, mesmo volume de fevereiro de 2016.
O consumo aparente, em fevereiro de 2017, registrou 1,4 milhão de toneladas, 2,5% maior que o mesmo mês de 2016. As vendas internas apresentaram queda de 3,0% contra fevereiro de 2016, registrando o volume de 1,2 milhão de toneladas.
As importações de fevereiro de 2017 cresceram 83,0% em volume e 25,5% em valor em relação ao mesmo período de 2016, registrando 161 mil toneladas e US$ 133 milhões. As exportações, com 1,2 milhão de toneladas e US$ 556 milhões, cresceram 10,1% em volume e 50,7% em valor, contra o mesmo mês de 2016.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia