Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 15 de março de 2017. Atualizado às 07h51.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

Alterada em 15/03 às 07h53min

Com foco no Fed, bolsas asiáticas fecham perto da estabilidade

As bolsas asiáticas fecharam perto da estabilidade nesta quarta-feira (15), com os investidores evitando negócios antes da decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA).
Após reunião de dois dias que terminará na tarde de hoje, o Fed deverá voltar a elevar juros - o que não faz desde dezembro -, segundo a maioria dos analistas. A maior preocupação no momento, porém, é tentar descobrir o ritmo com que o Fed poderá continuar apertando sua política ao longo do ano.
Expectativas de que o governo de Donald Trump adote medidas de estímulo fiscal nos EUA geram especulação de que o Fed poderá acelerar o aumento dos juros em 2017. Nos últimos meses, o BC americano vem prevendo três aumentos de juros neste ano.
O anúncio do Fed está previsto para as 15h (de Brasília).
Investidores na Ásia também estão atentos a eventos políticos na Europa. Nesta quarta, a Holanda realiza eleições gerais, poucos dias depois de se envolver em um incidente diplomático com a Turquia. Já no começo da semana, o Parlamento britânico deu autorização final para que a primeira-ministra Theresa May inicie negociações para o "Brexit", como é conhecido o processo para a retirada do Reino Unido da União Europeia.
Na China, o índice Xangai Composto mostrou leve alta de 0,08%, a 3.241,76 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto teve baixa marginal de 0,02%, a 2.026,76 pontos. Em Hong Kong, o Hang Seng caiu 0,15%, a 23.792,85 pontos.
Em Tóquio, o Nikkei recuou 0,16%, a 19.577,38 pontos, também influenciado pela recente fraqueza do petróleo, que pesou em ações japonesas do setor.
Entre bolsas menores da região asiática, o dia foi de ligeiras perdas. O índice sul-coreano Kospi caiu 0,04% em Seul, a 2.133,00 pontos, enquanto o Taiex também recuou 0,04% em Taiwan, a 9.740,31 pontos, e o filipino PSEi apresentou perda de 0,11% em Manila, a 7.253,79 pontos.
Na Oceania, a bolsa australiana ficou no azul, com alta de 0,26% do S&P/ASX 200, a 5.774,00 pontos, diante do forte desempenho de papéis de mineradoras. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia