Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 13 de março de 2017. Atualizado às 19h26.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

trabalho

Alterada em 13/03 às 19h26min

Caixa vê possibilidade de saques com FGTS passarem de R$ 35 bi

O presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi, afirmou nesta segunda-feira (13), que o primeiro dia de saques de contas inativas do FGTS, na sexta-feira, somou R$ 3,26 bilhões e que, com esse resultado, a expectativa é de que os saques ultrapassem a marca de R$ 35 bilhões, acima, portanto, da projeção inicial do governo federal, de R$ 30 bilhões. Os números foram informados pelo executivo após reunião com o presidente Michel Temer, no Palácio do Planalto.
Segundo Occhi, os R$ 3,26 bilhões sacados por meio das contas inativas na sexta-feira fazem parte de um total de R$ 4 bilhões que foram injetados na economia na sexta-feira, através do FGTS, considerando também os montantes a que têm direito os trabalhadores demitidos. E dos R$ 3,26 bilhões sacados, R$ 1,89 bilhão foi creditado em contas de correntistas da Caixa, que receberam o dinheiro automaticamente. O executivo afirmou que, considerando só os saques de contas inativas, foram 1,9 milhão de trabalhadores beneficiados.
O calendário da Caixa para os saques de contas inativas prevê que, do dia 10 de março (sexta-feira passada) até 10 de abril, poderão sacar aqueles que nasceram nos meses de janeiro e fevereiro. A expectativa de Occhi para quem nasceu nos dois primeiros meses é de que os saques cheguem a R$ 6,97 bilhões. Para o período que vai do dia 10 de abril até o dia 10 de maio, para nascidos nos meses de março, abril e maio, a projeção da Caixa é de R$ 11 bilhões.
"O presidente Michel Temer está muito satisfeito", afirmou o executivo, em referência aos resultados do primeiro dia de saque Ele disse que sugeriu ao presidente que visitasse uma agência da Caixa para acompanhar os trabalhos e que Temer lhe prometeu avaliar um dia e um local apropriados para a visita.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia