Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 13 de março de 2017. Atualizado às 17h55.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

conjuntura

Alterada em 13/03 às 17h56min

Trabuco prevê crescimento do PIB de 3% entre junho deste ano e julho de 2018

A economia brasileira deverá crescer 3% entre junho deste ano e julho de 2018, previu nesta segunda-feira o presidente do Bradesco e conselheiro do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES), Luís Carlos Trabuco. Ele fez a previsão num vídeo desta semana para publicação na página do CDES na internet.
Trabuco baseou sua projeção em indicadores antecedentes e coincidentes da economia que vêm sendo, nas palavras dele, atestados pelo aumento também da confiança em relação à economia de modo geral. "O índice de confiança está atestado no crescimento que começa a aparecer na economia", disse o conselheiro do CDES.
Dentre os indicadores de atividade, Trabuco escolheu o aumento da produção de veículos em fevereiro para ilustrar seu entusiasmo. Dados divulgados pela Anfavea na semana passada deram conta de uma expansão de 39% na fabricação de veículos no mês passado.
"Um dado que nos entusiasma muito é o número de horas trabalhadas, o que significa que este é um ano de crescimento. Seguramente de junho de 2017 a julho de 2018 o Brasil estará crescendo acima de 3%, o que é uma boa notícia para a geração de PIB", disse.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia