Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 09 de março de 2017. Atualizado às 00h01.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado de Capitais

Notícia da edição impressa de 09/03/2017. Alterada em 08/03 às 21h11min

Cotação do dólar registra firme elevação de 1,56%

O dólar fechou em alta firme ante o real ontem, impulsionado pelo relatório da ADP sobre o mercado de trabalho no setor privado dos EUA e pela forte queda do petróleo. Paralelamente a isso, o rumor de que o governo poderia elevar o IOF sobre operação cambiais - que foi rapidamente desmentido - causou turbulência no mercado. O dólar terminou no nível mais forte desde o fechamento de 26 de janeiro (R$ 3,1756).
O dólar à vista no balcão fechou em alta de 1,56%, a R$ 3,1675. O giro registrado na clearing de câmbio da BM&FBovespa foi de US$ 1,576 bilhão. No mercado futuro, o dólar para abril fechou com valorização de 1,32%, a R$ 3,1835. O volume financeiro somou US$ 18,410 bilhões. A divisa norte-americana avançou de forma generalizada, com destaque para os ganhos ante a lira turca (-1,88%), o rand sul-africano (-1,35%) e o rublo russo (-1,30%).
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia