Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 08 de março de 2017. Atualizado às 11h51.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Indústria

08/03/2017 - 09h52min. Alterada em 08/03 às 11h54min

Produção industrial sobe 1,4% em janeiro de 2017 em relação ao mesmo período de 2016

Produção subiu em janeiro de 2017 ante janeiro de 2016

Produção subiu em janeiro de 2017 ante janeiro de 2016


ISSOUF SANOGO/AFP/JC
A produção industrial subiu 1,4% em janeiro de 2017 ante janeiro de 2016. O resultado interrompe 34 meses seguidos de retração nessa base de comparação. Já em janeiro ante dezembro a queda foi de 0,1%, na série com ajuste sazonal, divulgou na manhã desta quarta-feira (8), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado veio dentro das expectativas dos analistas, que esperavam desde uma queda de 1,80% a uma expansão de 1,00%, com mediana negativa de 0,10%.
Na comparação com janeiro de 2016, sem ajuste, as estimativas dos analistas variavam de retração de 1,30% a avanço de 3,90%, com mediana positiva de 1,10%. No acumulado em 12 meses, a produção da indústria acumulou queda de 5,4%, informou o IBGE.

Indústria opera 19,1% abaixo do pico alcançado em junho de 2013, diz IBGE

A indústria brasileira ainda opera 19,1% abaixo do pico de produção registrado em junho de 2013, segundo os dados da Pesquisa Industrial Mensal divulgados pelo IBGE. O patamar de produção se assemelha ao de janeiro de 2009, época da crise financeira internacional.
"Indústria ainda opera em patamar bem abaixo do ponto mais elevado da série histórica", ressaltou André Macedo, gerente da Coordenação de Indústria do IBGE.
Na passagem de dezembro de 2016 para janeiro de 2017, a produção industrial teve ligeiro recuo de 0,1%. O resultado, entretanto, foi precedido por dois meses seguidos de avanço na produção - alta de 2,4% em dezembro e de 0,5% em novembro -, período em que acumulou crescimento de 2,9%.
"Apesar da queda em janeiro, há um comportamento mais positivo na indústria. A boa notícia é que a indústria não está aprofundando a queda como vinha acontecendo lá atrás", resumiu Macedo. "Depois de três anos de perdas, você não recupera com algum saldo positivo", ponderou o pesquisador.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia