Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 04 de março de 2017. Atualizado às 19h22.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

tributos

04/03/2017 - 18h29min. Alterada em 04/03 às 19h25min

Prefeitura de Porto Alegre contratará empresa para cobrar devedores

Busatto diz que a meta em 2017 é atingir 9% de recebimento de dívidas, somando R$ 180 milhões

Busatto diz que a meta em 2017 é atingir 9% de recebimento de dívidas, somando R$ 180 milhões


MARCO QUINTANA/JC
A prefeitura de Porto Alegre lançou licitação para contratar uma empresa especializada em serviço de proteção ao crédito com abrangência nacional para rastrear devedores do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS). A intenção é elevar a eficiência na cobrança da dívida ativa. O edital foi publicado nessa sexta-feira (3) no Diário Oficial de Porto Alegre (Dopa). O edital com todas as especificações já está disponível. 
A ação da Secretaria Municipal da Fazenda é inédita. A empresa contratada fará a negativação de crédito dos devedores em cadastro nacional. Segundo a prefeitura, a contratação permitirá consultas cadastrais para localizar os inadimplentes.
A dívida ativa de Porto Alegre (empresas e pessoas físicas) somava até 31 de janeiro R$ 1,98 bilhão, sendo que R$ 721 milhões são de IPTU e Taxa de Coleta de Lixo, e R$ 1,01 bilhão de ISS. O secretário Municipal da Fazenda, Leonardo Busatto, informa que o percentual da cobrança da dívida ativa atinge 8%, que seria maior do que a média das demais capitais, de 4%.
“A meta para este ano é atingir 9%, ou seja, R$ 180 milhões. Para isso estamos aumentando a fiscalização e ampliando o uso de ferramentas para cobrar os contribuintes inadimplentes”, disse Busatto.
A licitação, na modalidade pregão eletrônico, será realizada pela Central de Licitações da prefeitura. O edital com todas as especificações está disponível no site de disputa www.portaldecompraspublicas.com.br.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia